Pesquisadores da USP estimaram que a depressão afeta 11,9% das pessoas que moram na Grande São Paulo com idade entre 35 e 49 anos, a faixa etária mais atingida. Entre os maiores de 65 anos, a taxa cai para 3,9%. Já nos jovens entre 18 e 34 anos, a prevalência é de 10,4%.

Estudo conduzido pela USP e coordenado pela universidade de Havard e OMS aponta prevalências preocupantes de depressão na grande São Paulo.

Aqui a matéria da Folha. O abstract do artigo publicado na Depression and Anxiety pode ser visto aqui.

Dados confiáveis e atualizados para trabalhos envolvendo epidemiologia de depressão no Brasil.

Anúncios