Achei interessante esse ensaio publicado na Smithsonian Magazine, Reading in a Whole New Way , sobre a leitura em telas eletrônicas. (O ensaio traduzido pode ser lido aqui)

Em tempos de Kindle e iPad é inevitável uma grande mudança nos hábitos de leitura. O ato de ler, que antes parecia um atavismo, hoje se define a partir de complexas interações entre a internet e o mundo não virtual.

The most physically active we may get while reading a book is to flip the pages or dog-ear a corner. But screens engage our bodies. Touch screens respond to the ceaseless caress of our fingers. (…) We interact with what we see. Soon enough, screens will follow our eyes to perceive where we gaze. A screen will know what we are paying attention to and for how long.

(Dica e tradução do ótimo MidiaScopio)

Post relacionado: Internet vs. Inteligência

Anúncios