Archives for category: cultura


Achei brilhante a iniciativa de fazer uma análise quantitativa da cultura a partir da digitalização de  milhões de livros dos últimos cinco séculos.

Uma ótima matéria da Scientific American explica como os grupos envolvidos no estudo utilizam o banco de dados disponibilizado pelo Google. É o tipo de estudo que abre perspectivas fascinantes.

The tool will be “like biology in the sense that you can formulate questions that are quantitative, and you can obtain quantitative answers to them,” Aiden says. But like a genome-wide association study (GWAS), the findings are often just the starting point.

:: Pots relacionados: Lendo o presente, Ex-libris, Instant Karma


Os orientais chamam de Jiko-shisen-kyofu um tipo de fobia específica que consiste no temor do paciente de que seu olhar possa ser considerado ofensivo ou cause desconforto em outras pessoas. Esse é um tipo de síndrome que se manifesta dentro do contexto cultural específico da Ásia e não existem correlatos no mundo ocidental.

Aqui, o blog Mind Hacks comenta o recente artigo publicado em The Australian and New Zealand Journal of Psychiatry sobre o assunto.

Such patients feel deeply ashamed, demeaned, and unaccepted, and many eventually avoid social situations. A diagnosis of phobia of one’s own glance is not contingent upon whether or not a patient considers his or her thoughts to be excessive; therefore, neither the presence nor a lack of insight is essential for the diagnosis.

:: Posts relacionados: Síndrome de Stendhal, Epônimos, Psicopatologia de exportação


Gosto muito desse ensaio do fotógrafo W. Eugene Smith feito para a revista Life, em 1948. O artista acompanhou a rotina do doutor Ernest Ceriani, médico generalista na pequena cidade americana de Kremmling, Colorado. Clique na foto para ver a galeria.

These 2,000 souls are constantly falling ill, recovering or dying, having children, being kicked by horses and cutting themselves on broken bottles. A single country doctor, known in the profession as a “g.p.”, or general practitioner, takes care of them all. His name is Ernest Guy Ceriani.

* Há um conto muito bom de Kafka com o mesmo título.

:: Posts relacionados: Vencendo o tempo, Fotografias da alma


Encontrei no Mind Hacks o link para uma coleção de pôsteres e cartazes feitos para serviços de psiquiatria na antiga União Soviética. Meu russo está um pouco enferrujado, mas posso imaginar que se trate de instruções para manejo de pacientes psiquiátricos.
Não deixa de ser um pouco assustador.

:: Posts relacionados: Esquizofrenia em preto e branco, Tratamento biológico


Aparentemente, a prática de Yoga aumenta os níveis de GABA no sistema nervoso central. É o que afirma o estudo Effects of Yoga Versus Walking on Mood, Anxiety, and Brain GABA Levels: A Randomized Controlled MRS Study


Segundo a matéria publicada na ScienceDaily:

Yoga has been shown to increase the level of gamma-aminobutyric acid, or GABA, a chemical in the brain that helps to regulate nerve activity. GABA activity is reduced in people with mood and anxiety disorders, and drugs that increase GABA activity are commonly prescribed to improve mood and decrease anxiety.

:: Post relacionado: Prescrevendo música


Ou: Ouija, efeito ideomotor & ceticismo.

Passeando pelo Desde el Manicómio encontrei uma citação ao efeito ideomotor. Pesquisando um pouco mais, achei a entrada referente à Ouija Board em The Skeptic’s Dictionary. Uma curiosidade: o documento de patente do tabuleiro de Ouija, de 1921, já menciona o tal efeito ideomotor.

Não sabe sobre o que estou falando? Clique nos links para entender.

:: Post relacionado: Feitiçaria moderna, Sentindo o futuro


A medicina adora epônimos. Na psiquiatria não poderia ser diferente: há várias síndromes que levam o nome das célebres pessoas que as descreveram originalmente. Achei um artigo de revisão muito útil que funciona como uma espécie de mini-dicionário dos epônimos na psiquatria. Bom para ter nos favoritos:

Beyond Wernicke’s – A Lexicon of Eponyms in Psychiatry

:: Posts relacionados: Delírio de negação, Demência: ano zero


Achei um link bem informativo na Live Science sobre Wicca, uma prática de feitiçaria que cresce muito entre os jovens de hoje: What’s Witchcraft? 6 Misconceptions about Wiccans

Often confused with Satanists, followers of Wicca do not believe in the devil. The concepts of the devil and hell are part of Christian theology and have never existed in the Wiccan religion, according to “Wiccan Beliefs and Practices”

Esse é o tipo de informação que nos ajuda a fazer uma psiquiatria menos preconceituosa e mais compreensiva.

:: Post relacionado: Mirações científicas


A BBC disponibiliza um fantástico arquivo de entrevistas (em vídeo) com grandes escritores ingleses. O nome da coleção é In Their Own Words: British Novelists e tem gente como Aldous Huxley, Doris Lessing, William Golding e Virginia Woolf. Imperdível.

Throughout its history, the BBC has aimed to help audiences delve into the imagination of writers. This collection of interviews with some of the 20th Century’s most read authors reveals something of those imaginations and the personalities which lie behind some of the greatest modern novels.

(via Desculpe a Poeira)

Posts relacionados: Criatividade em revista, Os psiquiatras e a leitura


Músicas pop sobre ciúme patológico e relações doentias:

Every breath you take (The Police)
Hey Joe (Jimi Hendrix)
Jealous guy (John Lennon)
Suspicious minds (Elvis Presley)
1963 (New Order)
Ballade de Melody Nelson (Serge Gainsbourg)
I want you (The Beatles)
The more you ignore me the closer I get (Morrisey)
You know I’m no good (Amy Winehouse)

>> Bônus: um ótimo artigo sobre ciúme publicado na Revista Brasileira de Psiquiatria.

Posts relacionados: Purple haze, I wanna be sedated, Paint it black


No último Congresso Brasileiro de Psiquiatria tive a oportunidade de assistir a uma mesa muito informativa de estudos sobre os efeitos cognitivos da ayahuasca, uma bebida utilizada em rituais religiosos como o Santo Daime e a União do Vegetal.

Pesquisando sobre o tema, encontrei este artigo sobre os efeitos da bebida sagrada na sensopercepção (“mirações”, entre os adeptos).

O primeiro contraste é entre conteúdo e forma. As visualizações da ayahuasca podem aparecer em diferentes formas. Visualizações podem diferir quanto à intensidade da percepção, estabilidade, extensão temporal e também quanto ao impacto psicológico e/ou espiritual que vêm a ter nas pessoas.

Posts relacionados: Ouvindo cores, Psiquiatria e psicodelia


Mind Control Made Easy é um curta-metragem pungente  sobre o poder de influência dos líderes de cultos radicais. Vale a pena reservar dez minutos para ver (em inglês, infelizmente não achei nenhuma versão com legendas)

Posts relacionados: Sentindo o futuro, Natureza humana, Psiquiatria & psicodelia


Algumas pessoas simplesmente adoram sentir medo. Eis uma boa (e breve) matéria da LiveScience sobre o poder magnético que os filmes de terror exercem sobre nossas mentes: Bloodlust or Bloodless? Horror Film Love Runs Deep.

So some people like being scared more than others. But why? The answer may lie in an aspect of personality known as sensation seeking. People who are high sensation-seekers thrive in response to intense experiences, said Marvin Zuckerman, professor emeritus of psychology at the University of Delaware.

Post relacionado: Vastas emoções e pensamentos imperfeitos


The Psychology of Darth Vader Revealed
é um ótimo texto publicado na parte de cultura da LiveScience. Uns psiquiatras franceses falam em transtorno de personalidade borderline. Será?

The tragic hero of the “Star Wars” prequels displays patterns of instability and impulsivity in the second and third films that make him an obvious candidate for borderline personality disorder (BPD), according to French psychiatrists and psychologists.

Posts relacionados: Ciência desvairada, Arqui-inimigos da psiquiatria


Se existe um cineasta capaz de recriar com perfeição em filmes aquele clima dos sonhos, esse cineasta é David Lynch. O diretor americano sempre consegue reunir na tela com muita habilidade elementos que fazem a gente ressoar emocionalmente como se estivesse dentro do sonho ou pesadelo dos personagens.

Selecionei do Lynch e de outros diretores algumas grandes sequências oníricas do cinema (clique para ver o vídeo dos trechos):

Twin Peaks (David Lynch)
Um cão andaluz (Luis Buñuel)
O Chamado* (Gore Verbinski)
Cidade dos Sonhos (David Lynch)
8 1/2 ( Federico Fellini)
O Grande Lebowski (Irmãos Coen)
Spellbound (Alfred Hitchcock)
Akira (Katsuhiro Ôtomo)

* Essa sequência não é propriamente de sonho mas entrou na lista pela dose de surrealismo.
Posts relacionados: Meta-sonhos, Jung e A Origem, Filmes e psicopatologia


Gostei dessa matéria do Psychology Today feita para céticos e crentes: Have Scientists Finally Discovered Evidence for Psychic Phenomena?! O texto é sobre novos rumos da pesquisa psicológica de fenômenos ditos paranormais.

So if we accept that these psi phenomena are real, how then can we explain them without throwing out our entire understanding of time and physics? Well, the truth is that these effects are actually pretty consistent with modern physics’ take on time and space.

A matéria baseia-se nos achados do seguinte artigo (no prelo) do dr. Daryl Bem.

Post relacionado: Mal de lua, O inconsciente e a bola


Um apanhado de 50 artigos
curiosos sobre psicologia e internet. Vale a pena ler com calma.

(via Psyblog)

Posts relacionados: Internet vs. inteligência, Lendo o presente


Músicas sobre a loucura, a paranóia ou o processo de perder a razão. Algumas com senso de humor, outras nem tanto:

I wanna be sedated / Psychotherapy (Ramones)
Shine on you crazy diamond /Brain damage (Pink Floyd)
Where is my mind? (The Pixies)
Subterranean homesick blues (Bob Dylan)
Basket case (Green Day)
Psycho killer (Talking Heads)
Under pressure (Queen & David Bowie)
Acute Schizophrenia Paranoia Blues (The Kinks)
Walking the cow (Daniel Jhonston)
Crazy (Gnarls Barkley)
Somebody’s watching me (Rockwell ft. Michael Jackson)
Son of Sam (Elliott Smith)
Paranoid (Black Sabbath)
Once (Pearl Jam)
Undone – the sweater song (Weezer)

Posts relacionados: Paint it black, Purple haze


Ótimo artigo publicado em The Psichologist sobre a necessidade de compreender a história também através dos dados sensoperceptivos: The explosion of sensory history

Post relacionado: Ouvindo cores

Imagem acima extraída do belíssimo blog da artista Sara Dilliplane (© 2010 Sara Dilliplane)


Hoje é o Dia Mundial da Saúde Mental. Alguém sabia?
Espalhem a notícia.