Archives for category: neurociência


A ótima matéria Redefining Mental Illness publicada na Seed apresenta algumas referências importantes que podem influenciar os rumos tomados pelas novas classificações dos transtornos mentais (leia-se CID-11 e DSM-V).

One of the biggest changes in their proposed definition is the statement that a mental disorder “reflects an underlying psychobiological dysfunction.” They are, in essence, saying that there is nothing truly “mental” about these disorders—the disorders are a result of physical problems in the brain.

:: Posts relacionados: O fim do narcisismo, Novas idéias sobre uma velha doença

Anúncios


Pesquisadores da John Hopkins afirmam que no futuro será possível apagar do cérebro lembranças traumáticas. A mátéria publicada no Los Angeles Times destaca a preocupação relacionada aos aspectos éticos de um procedimento dessa natureza.

Richard L. Huganir said his finding on the molecular process “raises the possibility of manipulating those mechanisms with drugs to enhance behavioral therapy for such conditions as post-traumatic stress disorder.”

(via Mind Hacks)

:: Post relacionado: Sobre livre arbítrio & campos magnéticos


O New York Times selecionou uma amostra do belo livro Portraits of The Mind, uma coleção de imagens do cérebro “pintadas” através de fluorescência molecular. Impressionante.

Link para a bela galeria: The Beautiful Mind

(dica de GVale)

:: Posts relacionados: Fobia ilustrada, Psiquiatria vermelha


Como sabemos que uma hora se passou sem olhar no relógio? Um artigo da Mad Science faz um apanhado bem acessível do que se sabe sobre como nosso cérebro vive o tempo: How do you really know what time it is?

In a series of experiments, Van Wassenhove and her colleagues found that what you see can change time perception. For example, if an object is looming in your vision and appears to be getting closer, perceptive time gets slower.

• Bônus: um artigo sobre a obra “O Tempo Vivido” de Eugène Minkowski, um clássico da psicopatologia fenomenológica.

:: Posts relacionados: Uma história das sensações, Metáforas no cérebro


Muito esclarecedor e ilustrativo o texto This Is Your Brain on Metaphors publicado esses dias no Opinionator, blog do New York Times. O autor explica algumas funções cerebrais relacionadas à nossa inata capacidade de simbolizar.

Our brains are wired to confuse the real and the symbolic. And the implications can be as serious as war and peace.

(via Neuroanthropology)

:: Posts relacionados: Amor ao horror, Uma história das sensações


Aparentemente, a prática de Yoga aumenta os níveis de GABA no sistema nervoso central. É o que afirma o estudo Effects of Yoga Versus Walking on Mood, Anxiety, and Brain GABA Levels: A Randomized Controlled MRS Study


Segundo a matéria publicada na ScienceDaily:

Yoga has been shown to increase the level of gamma-aminobutyric acid, or GABA, a chemical in the brain that helps to regulate nerve activity. GABA activity is reduced in people with mood and anxiety disorders, and drugs that increase GABA activity are commonly prescribed to improve mood and decrease anxiety.

:: Post relacionado: Prescrevendo música